Campanha pede fim dos ‘privilégios’ de pessoas com deficiência

Esta semana começou com uma polêmica nas redes sociais. A discussão da vez é sobre uma campanha veiculada pela página “Movimento Pela Reforma de Direitos”, que pede o “fim dos privilégios para deficientes”.

Entre as reivindicações do suposto movimento, segundo publicação da própria fanpage, estão: redução em 50% das vagas exclusivas pra deficientes, fim das cotas para deficientes em empresas e fim da gratuidade para deficientes.

Além da página no Facebook, a campanha conta com nada menos que um outdoor instalado no bairro de Vista Alegre, em Curitiba.

Uma petição online direcionada ao Governo Federal também foi criada. Nela, o grupo apresenta uma carta com suas reivindicações e pede o apoio dos internautas por meio de assinaturas.

A fanpage vem recebendo uma enxurrada de comentários negativos de pessoas indignadas com a iniciativa.

Em meio às discussões sobre a nova polêmica, é levantada a hipótese de que se trate de um viral ou ação de alguma ONG ou órgão público, em decorrência da proximidade do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado na próxima quinta-feira, 3 de dezembro.

A grande questão levantada pelos usuários é: caso se trate realmente de uma ação, até que ponto vale a pena gerar o buzz negativo para chamar a atenção das pessoas para a causa?

Informações na Integra: Redação Adnews